<Novembro 2006>
S
T
Q
Q
S
S
D
             
30      

Toca Da Montanha


Relacionado a viagens e expedições pelo mundo a fora,
seja de motocicleta, de carro,
de bicicleta ou a pé.


Projeto Nazca - Relatos

 

Introdução
Topo


27.11.06

\ \ Vigésimo Sétimo Dia

De Corumbá a Campo Grande tomamos muita chuva... mas era uma chuva diferente das que tomamos na Argentina. Lá a água era intensa mas não chegava a molhar as roupas de baixo, aqui ficamos ensopa por toda a viagem. As mãos enrugam de uma forma impressionante. Contabilizamos muitos animais mortos na pista, um tamanduá, um macaco, um veado, um jacaré, uma cobra... e assim por diante... judiação. Paramos para almoçar num posto de gasolina próximo a Aquidauana, fomos muito bem atendidos e comemos dois x-salada cada um. Passamos próximo a Bonito, pena não termos mais tempo. Chegando a Campo Grande nos questionamos se deveríamos dormir num hotel na beira da estrada para depois irmos embora sem complicações na manhã seguinte, mas ficaria difícil de encontrarmos um lugar para jantar, ainda mais com a chuva que não cessava. Decidimos ficar no centro, pegamos um hotel razoável e com excelente café da manhã. No quarto fizemos nosso varal improvisado, com os estirantes da moto, como de costume, lavamos as roupas e torcemos dentro das toalhas, isso deixa a roupa quase seca. Saímos por volta das 21 horas em busca de uma boa refeição, decidimos comer pizza. Perguntei para o garçom se a massa era feita por eles, ele garantiu que sim, fiz questão de verificar na cozinha. Modéstia a parte, sou um comedor de pizzas, e pizzas são 8 ou 80, ou são muito boas, ou são muito ruins, e a desse restaurante era péssima, mas fazer o que... compramos umas revistas relacionadas a motos, claro, e depois voltamos quebrados para o hotel. Noite tranquila e sem preocupações. Dormimos até umas 8 horas e descemos para o café da manhã, sem pressa. Impressionante como a comida no Brasil é abundante, depois de semanas tomando um café da manhã miserável a base de pãozinho com manteiga e leite, agora nos esbaldamos com ovos mexidos, salsicha ao molho, pães, salgados, frutas, sucos... tudo a vontade... em Corumbá foi igualzinho, acho que depois do café, descemos umas 3 vezes para afanar um copo de suco gelado.

Corumbá de manhã, ao fundo, o Pantanal.

Rio Paraguai