<Novembro 2006>
S
T
Q
Q
S
S
D
             
30      

Toca Da Montanha


Relacionado a viagens e expedições pelo mundo a fora,
seja de motocicleta, de carro,
de bicicleta ou a pé.


Projeto Nazca - Relatos

 

Introdução
Topo


13.11.06

\ \ Décimo Terceiro Dia

Voltamos a ser uma dupla. Acordamos as 5 da manha para correr contra o tempo, tinhamos 200 km de estrada de terra para percorrer e depois mais 340 de asfalto ate La Paz na Bolivia, estavamos achando que nao seria possivel. Mais uma vez comemos muita poeira, corremos com cautela a 80 km/h e o risco de queda era iminente. As motos trepidaram tanto que o mastro da bandeira da moto do Dario, feito de ferro, foi para o beleleu. Conforme andavamos a paisagem se modificava, ficava mais verde, era o deserto ficando para traz. Muitos riachos para serem atravessados pelo caminho, criacoes de guanacos, ovelhas, porcos e outros bichos que nem sei o nome. Em todo lugar que paramos somos observados como se fossemos extra-errestres, as vezes chega a incomodar. A criancada pede para tirar fotos, mas depois querem dinheiro (FDP). Passamos em Oruro, a cidade mais feia que ja vi na minha vida, era um aterro sanitario em ceu aberto, iriamos almocar la, mas saimos correndo o mais depressa possivel, o lugar metia medo. Paramos algunas dezenas de kms depois para almocar num muquifo, comida horrivel, mais uma vez. Mas encheu a barriga, ta bom. Quando da fome agente come ate terra. Chegamos em La Paz, a capital da Bolivia, nada bonita, ficamos surpreendido pela mal planejamento da cidade. Lembra uma grande favela, nao teremos tempo para avaliar os pontos turisticos, mas a primeira impressao e a que fica. Em todo lugar tem uma foto do Evo Morales, ele e adorado por aquí, mais ou menos como o Lula no Brasil, pelos pobres. Como estamos so passagem aquí, nao temos muito o que dizer, mas posso afirmar que nao temos interesse de voltar. Sem fotos de real interesse.

Aquele mosaico de casas abaixo do morro e um pedaco de La Paz.